relatorio de acompanhamento do projeto sitev2Foi lançado no último dia 20 de outubro o projeto piloto de reuso de água de destiladores no Centro de Ciências e Saúde (CCS), parte integrante do projeto “Reutilização de Água de Destiladores e Instalação de Redutores de Fluxo no CCS”, vencedor da categoria água no concurso “Fundo Verde de Soluções Sustentáveis- 2014”. O lançamento contou com a presença da Decana do centro, Profª Maria Fernandes Quintela, da Gerente de Projetos Fundo Verde Andrea Santos, além de representantes de departamentos do CCS.  

Com aspectos que incluíram em sua implantação, a busca por um menor impacto na dinâmica de cada um dos dois laboratórios pertencentes ao projeto piloto e o desenho de um sistema de reaproveitamento da água usada na troca de calor no destilador, a qual sempre foi descartada. O projeto foi desenhado em um formato inovador, que em seu primeiro estágio coleta a água descartada em um tanque no próprio laboratório,  para em seguida ser armazenada em uma cisterna no exterior do prédio e, por fim, bombeada ao sistema de abastecimento do CCS.  Em vinte dias úteis de operação, foram reutilizados mais de 37.860 litros de água, que foi avaliada positivamente quanto a sua potabilidade, mesmo passando pelo trocador de calor do destilador. 

projeto piloto

Legenda: icon seta 2 Bombas d´água

Os dois primeiros laboratórios que receberam o sistema estão no Instituto de Biofísica e a estrutura externa do projeto piloto tem capacidade para receber o aporte de mais 13 laboratórios.  Com previsão de conclusão para o fim de maio de 2016, o projeto tem perspectiva de reaproveitar um volume na ordem de 35 mil litros de água por dia, instalando o sistema em aproximadamente 100 laboratórios do CCS.

Como parte integrante do projeto vencedor do concurso, também já foram instaladas 240 torneiras nos lavatórios e banheiros do CCS. Estas torneiras possuem fechamento automático de quatro a seis segundos, redutor de vazão, que oferta até 400ml de água por acionamento, e sistema antivandalismo. No entanto, não foi esquecido o conforto do usuário, pois as torneiras estão equipadas com aeradores.

fundoverdeSuKaNo dia 30 de novembro representantes de 196 países se reúnem em Paris na busca por um consenso sobre qual será o rumo que a Convenção de Clima deve tomar. O principal objetivo é costurar um novo acordo entre os países para diminuir a emissão de gases de efeito estufa, diminuindo também o aquecimento global e, em consequência, controlar o aumento da temperatura global em dois graus até 2100. Esse novo acordo vai substituir o protocolo de Kyoto, implantado em 1997, também com metas de redução da emissão de gases poluentes. Quais são as perspectivas desse encontro? Qual a posição do brasil? Que tipo de decisão será tomada em Paris?

 

 

 

 

Veja mais no vídeo abaixo:

laboratorio de praticas sustentaveisO Fundo Verde de Desenvolvimento e Energia para a Cidade Universitária da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criado há três anos por um grupo de professores da instituição, replica em escala menor o desafio das cidades que abrigam hoje mais da metade da população mundial e são as grandes emissoras de gases do efeito estufa. O objetivo é transformar o campus da Ilha do Fundão, na zona norte do Rio, em um modelo de ações sustentáveis em mobilidade, resíduos, energia e água.

Fonte: Valor Econômico

laboratorio sustentavel recorte