Apenas 30,4% das cidades brasileiras têm planos municipais de saneamento básico. É o que aponta um estudo do Instituto Trata Brasil divulgado nesta segunda-feira (21) com exclusividade pelo G1, feito com base em dados do governo federal.

Segundo o levantamento da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental, ligada ao Ministério das Cidades, das 5.570 cidades brasileiras, apenas 1.692 (30,4%) declararam ter feito seus planos municipais. Outras 37,5% das cidades estão com os planos em andamento. Além disso, 2% das cidades apresentaram inconsistências nos dados, e não há informações sobre 29,9%.

Os planos estão previstos na Lei 11.445 de 2007, conhecida como a Lei do Saneamento Básico. A legislação prevê a universalização dos serviços de abastecimento de água e de tratamento da rede de esgoto no país, sendo que um dos principais pilares é a elaboração de um plano municipal do setor para cada cidade.

Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), divulgados em janeiro deste ano e referentes a 2015, mostram que cerca de 34 milhões de brasileiros não possuem acesso a água potável. Além disso, apenas 50,3% dos brasileiros têm acesso a coleta de esgoto, o que significa que mais de 100 milhões de pessoas utilizam medidas alternativas para lidar com os dejetos – seja através de uma fossa, seja jogando o esgoto diretamente em rios.

Leia a matéria completa aqui.

É com grande satisfação que convidamos a todos para a inauguração do Projeto "Sistema de Mobilidade compartilhada da cidade universitária da UFRJ - Integra UFRJ."

O Projeto foi desenvolvido e financiado com recursos do Fundo Verde UFRJ e contará com 8 estações de compartilhamento e 60 bicicletas para uso exclusivo de alunos, professores e funcionários da UFRJ.

A inauguração ocorrerá no dia 12 de setembro (terça-feira) às 10:30h, no Terminal de Integração UFRJ (próximo à estação do BRT).

Sejam todos bem vindos!

Convite 12Set2017 Integra rev

BANNER INTEGRA BIKE

Diesel cars have already been banned in some EU countries from 2040, providing impetus for the bloc to impose quotas for electric vehicles (Photo: Pixabay)

By 

Despite public denials, the European commission is considering implementing an electric car quota to be achieved by automakers by 2030, according to diplomats and sources familiar with the issue.

With France, the Netherlands and Britain planning diesel bans by 2040, commission officials are said to view a new mandate as a natural step. The issue is fraught though, particularly in Germany where the car industry remains a powerful political force and elections are looming.

One source with knowledge of internal EU discussions told Climate Home that cabinet members in the bloc’s climate, industry, energy union and transport directorates had reached a consensus on the need for tough enforceable targets.

“They have made it very clear that it is their intention to go to a zero-emissions mandate and the car industry has been told to stop complaining about it, and start being constructive,” the source said.

 

Leia a Matéria Complate Aqui.