O projeto

No Brasil desde 2002, o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP, sigla em inglês para Institute for Transportation and Development Policy) é uma organização social sem fins lucrativos que promove o transporte sustentável e equitativo, concentrando esforços para reduzir, entre outros, as emissões de carbono e a poluição atmosférica. Junto ao Fundo Verde, por sua vez, está elaborando a montagens de um sistema de transporte não motorizado para o campus de Cidade Universitária – UFRJ. O resultado desta cooperação irá fortalecer uma discussão de como poderíamos ter um sistema de gestão (ex. bicicletas) dentro da Cidade Universitária estabelecendo parâmetros para os modelos, custo e quais caminhos poderemos seguir.

Status

Assinado

Equipe envolvida

NOME STATUS
Giovana Arruda Escritório de Projetos - Fundo Verde
Clarisse Linke Representante ITDP

Links

icone pdf 32 Sistema de Bicicletas Compartilhadas

O projeto

O Instituto Pereira Passos (IPP) ligado à Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro é o centro de referência de dados e conhecimento sobre o Rio, utilizado para a formulação e acompanhamento de políticas públicas municipais. As informações estão abertas para o uso e consulta de toda a população do Rio de Janeiro através do site Armazém de Dados, criado em 2001. Tendo em vista a relevância do trabalho desenvolvido, o Fundo Verde buscou uma parceria com o IPP para a produção de informações cartográficas e estatísticas sobre a Cidade Universitária da UFRJ, como parte do Projeto “Estruturação e Desenvolvimento do Sistema de Monitoramento e Controle da Cidade Universitária”.

Status

Acordo assinado

Equipe envolvida

NOME STATUS
Elizabeth Lima Coordenadora do Projeto Base de Dados e Monitoramento
Giovana Arruda Escritório de Projetos - Fundo Verde

O Projeto

A Universidade de Tsingha, através de uma de suas empresas, Tsingha Solar, assinou um termo de cooperação com a UFRJ, aonde, seu principal objetivo é testar o desempenho técnico de um novo método de aquecimento de água, que faz uso da energia solar convertida para térmica. Como diferencial, frente a uma tecnologia de aquecimento de água já difundida no Brasil, esta uma maior eficiência em um equipamento menor, produzido pela Tsingha Solar. Foram doados dez equipamentos para serem testados e um deles já se encontra em funcionamento no teto do restaurante do grêmio, na Coppe, desde abril, já os restantes serão instalados em diversos pontos da ilha do Fundão até o final deste ano de 2014.

Status

Acordo já assinado

Equipe envolvida

NOME
Suzana Kahn
Rejane Rocha
Ilan Cuperstein

 

Links

http://www.thsolar.com/index_en.aspx