suecia mobilidade siteRio de Janeiro, Junho de 2015 - A Embaixada da Suécia, o Swedish Institute e o Munktell Science Park e o Fundo Verde da UFRJ buscam brasileiros inovadores e que tenham sugestões de como lidar com a mobilidade urbana. O Smart Living Challenge, desafio mundial organizado pelo Swedish Institute e seus parceiros, desembarca novamente no Brasil com o intuito de desenvolver um projeto que será aplicado na Cidade Universitária da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, visando a sustentabilidade das cidades.

O Smart Living Challenge foi criado com o objetivo de incentivar discussões e desenvolvimento de projetos sob três grandes temas: Transporte (Move), Alimentação (Eat) e Moradia (Live). Em 2015, três países participam desse desafio: o Brasil focará no tema Transporte; a Sérvia desenvolverá o de Moradia; e a Zâmbia o de Alimentação.

A Cidade Universitária da UFRJ, no Rio de Janeiro, é a cidade escolhida para o projeto-piloto ligado ao tema ‘Move’. Com o mote “From ideas to making it happen” (De ideias para a realidade, em tradução livre) o desafio, se bem-sucedido em sua aplicação, pode vir a ser ampliado para o Rio de Janeiro ou para qualquer outro lugar do mundo. Além disso, o projeto será exibido durante a COP21, a ser realizada em Paris, França, no final do ano.

O intuito é reunir estudantes de graduação, professores do ensino superior e jovens profissionais das mais diversas áreas do conhecimento, que tenham espírito inovador e ideias criativas, para trabalharem a questão da mobilidade sustentável dentro da UFRJ.

O evento de lançamento

O evento de anúncio dos seis escolhidos para realização do projeto ocorrerá no dia 09 de junho, terça-feira, às 10 horas, no Auditório do Parque Tecnológico da UFRJ, e será aberta ao público. A cerimônia contará com a presença do Embaixador da Suécia no Brasil, Sr. Per-Arne Hjelmborn, a coordenadora executiva do Fundo Verde da UFRJ, Professora Suzana Kahn;  e trará os vencedores do Smart Living Challenge 2014, projeto Bicicletaria Cultural, além do diretor da ONG Transporte Ativo, Eduardo Bernhardt, e Johanna Olsson da Hyper Island que promoverão uma discussão sobre mobilidade inteligente e sustentável e seus desafios.

Prestigie nosso evento com sua presença!

 

Para mais informações: 

www.smartlivingchallenge.com

semanameioambienteEntre os dias 01 e 03 de junho o Parque Tecnológico celebrá a Semana do Meio Ambiente com uma série de atividades: Seminários, Oficinas, Exposições e Plantio de Árvores!

Seminários: "Sustentabilidade Urbana: Aplicações do conceito de cidades inteligentes" e "Baía de Guanabara: Indicadores de qualidade";

Oficinas: Construção em Bambu e Horta Urbana (inscrição requerida)

Exposições em parceria com a EBA/UFRJ: "Memórias do Boto" (todos as 45 esculturas concentradas no Parque) e "O Mar não está Para Peixe" (esculturas feitas com resíduos da Baía de Guanabara);

Plantio: 100 árvores, completando o projeto paisagístico do Parque!

Vejam a programação completa aqui e divulguem em suas empresas, unidades acadêmicas e para toda a Comunidade UFRJ.

banner informativo portifolio 2O Fundo Verde de Desenvolvimento e Energia para a Cidade Universitária da UFRJ divulga o seu primeiro Relatório de Atividades, referente ao ano de 2014, onde apresenta os projetos implantados voltados para a promoção de sustentabilidade na Cidade Universitária e as parcerias firmadas desde o início da operação do Fundo. Dentre as parcerias, destaca-se a firmada com a Agência Internacional de Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, GIZ, a qual deu maior respaldo técnico aos projetos relacionados à Energia, com estudos de viabilidade técnica e econômica. Entre os projetos, o Fundo Verde realizou o “Concurso Soluções Sustentáveis”, cujo objetivo foi engajar a comunidade da UFRJ e selecionar projetos sustentáveis de baixo custo e de fácil implantação nas categorias mobilidade, energia e água. Outro projeto de destaque, que se iniciou em 2014, foi o banco de dados georreferenciado da Cidade Universitária, que possibilitará a aquisição de dados, a visualização de mapas e conhecer melhor o campus da Ilha do Fundão. O relatório tem o objetivo de informar sobre as nossas realizações, os próximos passos para os projetos já existentes e apontar as expectativas do Fundo Verde para 2015. 

Veja o relatório completo aqui