Na semana passada, comentamos o novo recorde da concentração de dióxido de carbono na atmosfera. Havíamos passado dos 415 ppm.

Mas faltou dizer, como o fez o meteorologista Eric Holthouse, que a espécie humana, ao longo dos milhões de anos de sua história, jamais viveu numa atmosfera como essa.

ClimaInfo, 15 de maio de 2019.

Leia em Clima Info.

Este artigo foi escrito por Alejandro Schwedhelm, Anna Bray Sharpin e Claudia Adriazola-Steil e publicado originalmente no Insights.

Os patinetes são a última tendência da nova mobilidade. É provável que você tenha visto alguém passando por um desses pequenos, mas ágeis veículos de duas rodas, em alguma grande cidade. Após o crescimento explosivo dos aplicativos de transporte sob demanda e das bicicletas compartilhadas, chegou a vez dos patinetes, que registraram 38,5 milhões de viagens nos Estados Unidos apenas em 2018.

Os patinetes têm muitos benefícios parecidos com os das bicicletas compartilhadas – como viagens rápidas e divertidas para distâncias curtas – ao mesmo tempo em que são menos intimidantes para os novatos. Assim como as bicicletas compartilhadas, os patinetes também têm o potencial de oferecer benefícios significativos para as cidades.

Leia completo em  WRI Brasil

O conselho municipal de Brent, em Londres, na Inglaterra, está plantando flores silvestres em parques e espaços verdes. A ideia é construir um espaço propício para atrair polinizadores, especialmente as abelhas. 

Um estudo recente mostrou uma queda enorme no número de insetos polinizadores em todo o Reino Unido desde os anos 80. Os pesquisadores acreditam que a perda de habitats tem desempenhado um papel importante nisso, com mais de 97% dos prados de flores silvestres tendo desaparecido desde a Segunda Guerra Mundial. Muitas borboletas, abelhas, libélulas e mariposas confiam nestas flores para prosperar.

Para ajudar a deter o declínio da biodiversidade, o Brent Council buscar formar um “corredor de abelhas” em todo o distrito. Espécies como a Primula veris, Photinia e Papaver somniferum estão entre as escolhidas. 

“As abelhas e outros insetos são tão importantes para polinizar as plantações que fornecem os alimentos que comemos. Precisamos fazer tudo o que pudermos para ajudá-los a prosperar. Estou orgulhosa do compromisso em aumentar a biodiversidade e esperamos ver os prados em plena floração em alguns meses”, afirmou Cllr Krupa Sheth, líder de meio ambiente do conselho.

Leia mais em Ciclo Vivo