noticia solucoes"Foi uma iniciativa de enorme relevância para a Universidade pelos desdobramentos que os projetos terão no campus e tive um enorme apreço e entusiasmo no envolvimento das pessoas". Desta forma, o reitor da UFRJ, Carlos Levi, resumiu o concurso Soluções Sustentáveis do Fundo Verde da UFRJ, que teve a cerimônia de premiação realizada no dia 28 de novembro, no auditório do Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Ao todo foram 28 projetos recebidos – de estudantes, funcionários, técnicos e pesquisadores da instituição –, que abrangeram as temáticas: uso sustentável e eficiente da água, eficiência energética e mobilidade urbana sustentável. Os vencedores ganharam um tablet e receberão uma bolsa de estudos de três meses para que possam acompanhar as fases de implantação do projeto.

A diretora do Fundo Verde da UFRJ, Suzana Kahn Ribeiro, comentou que o concurso nasceu como uma maneira de envolver a comunidade da acadêmica com conceitos de consumo sustentável. "Ficamos muito satisfeitos com os projetos recebidos. É uma experiência que pode ser replicada", disse.

Na categoria Energia o vencedor foi Douglas Machado Côrtes e equipe. Ele propôs a instalação de lâmpadas LED nas áreas de comum acesso do CT. "O projeto é viável e de rápida implantação. Foram feitos vários estudos de comparação, impacto na iluminação e investimento. Em seis anos, o custo do investimento poderá ser pago com a economia do consumo de energia elétrica", disse Douglas, que também é funcionário da Universidade.

Na categoria Mobilidade, o projeto Transporte Solidário: Unificando e Ampliando as Caronas na Cidade Universitária, do estudante Manuel Meyer e sua equipe, foi o vencedor. "Trabalhamos nos âmbitos físico, criando postos de carona, virtual, com o futuro desenvolvimento de um aplicativo, e cultural, propondo melhorias no  relacionamento entre as pessoas. Pegamos iniciativas difusas e unimos as ideias", comentou.

Já na categoria Água, dois projetos foram os ganhadores. O professor Isaac Volschan Junior e equipe com o Inova ETE: Usina Sustentável de Recursos Energéticos e Materiais. E o servidor Lucas Pinho e equipe, com o projeto de Processo de Reutilização de Água de Destiladores e Instalação de Redutores de Fluxo do CCS.

Isaac Volschan foi representado na cerimônia pela professora Iene Christie e pelo professor Paulo Renato. "Esperamos atender o correspondente a uma população de cinco mil habitantes com esse projeto, após ser implantado", disse Iene Christie.

Lucas Pinho comentou que o projeto nasceu em função de pensar em um CCS melhor para todos. "Além da proposta de melhoria no convívio, para implementar o projeto faltava algo, mas a chegada do Fundo Verde foi essencial e esse concurso foi como uma luva", disse.

Para o reitor Carlos Levi, o Fundo Verde está se tornando um exemplo para o Rio de Janeiro e o Brasil. "Com esse concurso tivemos a possibilidade de transformar a UFRJ em uma vitrine para demonstrar as qualidades e as eficiências dos trabalhos que estão sendo desenvolvidos nos nossos laboratórios", finalizou.

colagem noticia solucoes

Confira todas as fotos: http://on.fb.me/1yvHrBT

NIKE AIR MAX release