Screenshot 2

 

 

 

 

 

 

 


Publicação do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais utiliza informações levantadas durante 17 anos e aponta grande potencial ainda não aproveitado. O Brasil tem grande potencial de geração de energia solar não explorado no chamado Cinturão Solar, área que vai do Nordeste ao Pantanal, incluindo o norte de Minas Gerais, o sul da Bahia e o norte e o nordeste de São Paulo. É o que indica a segunda edição do Atlas Brasileiro de Energia Solar do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que será lançado em julho. Os dados informam a quantidade e a disponibilidade da radiação solar, e a variação de potência dos raios, como os fatores climáticos – notadamente a presença de nuvens – que influenciam a disponibilidade e a influência da topografia para a incidência dos feixes de luz solar.
Fonte: Portal Brasil

Acesse a matéria completa Aqui!