Coppe/UFRJ promove, dia 29 de novembro, o "Workshop MagLev-Cobra: Investimento, Interdisciplinaridade, Pesquisa & Desenvolvimento". O evento reunirá especialistas de várias áreas para discutir as perspectivas de desenvolvimento do projeto do trem de levitação magnética, desenvolvido na Coppe, um caso de sucesso de pesquisa e tecnologia da universidade pública brasileira.

Na abertura do evento, o professor Richard Stephan, fará uma apresentação do projeto desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Aplicação de Supercondutores (Lasup) da Coppe, sob a sua coordenação. Também serão discutidas as perspectivas financeiras para a implementação do Maglev-Cobra, o interesse da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e a possibilidade de parcerias com investidores chineses.

Aberto ao público, o workshop será realizado, das 10 às 13 horas, no Auditório André Rebouças, bloco D, sala 220, Centro de Tecnologia, Cidade Universitária.  Saiba mais no Planeta Coppe Notícias.

Apresentação  MagLev Cobra - Suzana Kahn

banner MagLev Cobra

O transporte urbano de cargas é a aposta da Volkswagen para o próximo ano. A marca prepara o lançamento do caminhão Delivery Express, que pode ser dirigido por motoristas com carteira de habilitação do tipo B, a mesma exigida para guiar automóveis de passeio.

O veículo tem peso bruto total (a soma do caminhão com a capacidade de carga) de 3,5 toneladas, que é o limite legal para a categoria B.

A primeira aparição do Express ocorrerá nesta semana durante a Fenatran, feira internacional do transporte de cargas. As vendas começam em março de 2018, com preço previsto de R$ 118 mil.

Fonte: Folha de São Paulo

SÃO PAULO - A MAN Caminhões, braço da Volkswagen para veículos pesados, apresentou na quarta-feira, na Alemanha, a versão de seu caminhão elétrico, que foi desenvolvido pelo centro de pesquisas da montadora em Resende (RJ).

O modelo, chamado de e-Delivery, deve chegar ao mercado em 2020 e faz parte do plano de investimentos da montadora para o Brasil, de R$ 1,5 bilhão, até 2021.


De acordo com o presidente da MAN na América Latina, Roberto Cortes, o caminhão elétrico será testado a partir de 2018 aqui, em serviços de distribuição urbana.

— A autonomia da bateria é de 200 quilômetros, uma distância percorrida por esse tipo de empresas — explicou.

O veículo, ressaltou Cortes, foi desenvolvido em conjunto com três outras empresas: WEG, Eletra e Enel Energia. E, inicialmente, será produzido só na fábrica da MAN no Rio.

Leia mais em o Globo.